Muita matéria, muita fé!

Muitas vezes o ateu acredita que, ao rejeitar o conceito de um Criador, ele está eliminando a necessidade de fé. Para ele, essa rejeição é a única forma de manter uma abordagem científica, tirando de cena a fé.
Rejeitar a ideia de Deus, no entanto, serve apenas para tornar as coisas infinitamente mais complicadas para a ciência ateísta.
Vamos por partes. Atualmente, as teorias mais comuns nos ensinam que há bilhões de anos (um tempo incompreensível para o homem), a matéria explodiu, criando não só o universo, mas também o tempo e o espaço.
Mas, espere! Não estamos nos adiantando? Dizem que o tempo e o espaço não existiam, mas e quanto à matéria?
Matéria suficiente para formar o universo inteiro não apareceu subitamente do nada e para nada. Isso seria contrário às leis da física, as quais afirmam que em um sistema isolado (por exemplo, o universo proposto), a matéria não pode ser criada!
Certamente não foi por geração espontânea, foi? Mas se não foi, então, como chegou até aqui, e por que contém os elementos corretos para formar um universo densamente povoado?
Para o ateu, resta apenas uma fé cega no fato de que, de ALGUMA FORMA, do nada, toda matéria veio à existência… Ora, ISSO requer uma fé colossal!
Sou David Rives…
Os Céus Realmente Proclamam a Glória de Deus.

Tradução: Mariza Regina de Souza

EMAIL UPDATES

Sign up for David Rives Ministries' Creation Weekly. Breaking news. Science updates. Biblical discoveries. Special offers.

STRENGTHEN YOUR FAITHwith unshakeable evidence

Sign up for David Rives Ministries' inspirational and educational Creation Weekly. Breaking news. Science updates. Special offers. Biblical discoveries.