Sobrevivência do Mais Apto

Olhamos ao nosso redor e vemos uma imensa diversidade de vida. Alguns dizem que aquilo que vemos é parte de um processo evolutivo onde formas de vida microscópicas evoluíram para novas e melhores especiações — a sobrevivência do mais apto ao longo de milhões e milhões de anos.
Mas por que, então, existe essa diversidade? Já que as características de um animal evoluem, por que o mais antigo não entra em extinção?
Um exame cuidadoso do reino animal revela uma gama realmente ampla de espécies. Animais terrestres ou alados — carnívoros ou herbívoros — insetos e mamíferos — mas qual constitui a melhor mudança evolutiva?
Adaptação do melhor no reino animal deve, no fim das contas, equiparar dominação e substituição. No entanto, muitos animais vivem em equilíbrio, às vezes formando relações simbióticas, e cada um com uma função específica na natureza.
No relato histórico da criação, aprendemos que, no início, Deus criou os animais e dividiu-os por espécies. Depois Ele criou o homem e lhe deu domínio sobre todos os animais.
Sou David Rives…
Os Céus Realmente Proclamam a Glória de Deus.
Tradução: Mariza Regina de Souza

EMAIL UPDATES

Sign up for David Rives Ministries' Creation Weekly. Breaking news. Science updates. Biblical discoveries. Special offers.

STRENGTHEN YOUR FAITHwith unshakeable evidence

Sign up for David Rives Ministries' inspirational and educational Creation Weekly. Breaking news. Science updates. Special offers. Biblical discoveries.